30 de janeiro de 2017

Filme | The Light Between Oceans

The Light Between Oceans ou A Luz Entre Oceanos, em português. É um romance dramático. de mais um livro adaptado ao cinema. Foi o primeiro filme que assisti este ano; e como gostei tanto, tinha de vos falar um pouco sobre ele. Se também já viram contem-me tudo.


Sinopse:

A história passa-se na Austrália depois da I Guerra Mundial, quando um ex-militar Tom Sherbourne (Michael Fassbender) vai trabalhar como faroleiro para uma ilha isolada. 
Tom conhece Isabel (Alicia Vikander) na aldeia antes de embaraçar para a ilha. Mais tarde acabam por casar e os dois vão viver para a ilha. Sozinhos na ilha, Tom e Isabel são felizes e decidem ter um bebe. Mas devido a algumas complicações de saúde, Isabel acaba por perder duas crianças num curto espaço de tempo. Cada vez mais infeliz com a possibilidade de trazer uma criança ao mundo. 
Um dia, o casal encontra um pequeno barco, com o cadáver de um homem e uma bebe. 
Isabel quer ficar com a bebe, e convence Tom a assumirem a bebe como deles e chamarem na de Lucy. A partir dai a felicidade do casal é assombrada pelo segredo que guardam.
É um filme profundo, com um enredo complexo e dramático. Que nos faz questionar, e se fossemos nós o que faríamos, como agíamos... Tocou-me especialmente, e fez me chorar, ou não fosse uma chorona incorrigivel. 
Gostei do temas abordados no filme e de como podemos refletir sobre o comportamento humano e até onde a ética se sobrepões aos sentimentos.
Na minha opinião a grande moral que podemos levar do filme: é que o nosso pior inimigo é a nossa consciência

Esta história traz nos personagens riquíssimas; a semelhança d'A Rapariga Dinamarquesa [ver opinião], Alicia Vikander encarna Isabel de uma forma brilhante e leva-nos facilmente nos seus dramas pessoais e a carregar as suas dores emocionais, em grande parte do filme. 
Enquanto Tom é um homem reservado e de poucas emoções. Provavelmente devido a guerra, age mais pela razão do que pelos sentimentos. 
As paisagens cinematográficas são para lá de fantásticas, dá vontade de ir passar umas ferias naquela ilha. Só por isso, tenho pena de não ter visto o filme no cinema, porque certamente na tela as imagens seriam ainda mais grandiosas. 
Outro aspeto, que merece destaque é o fantástico guarda roupa, que veste na perfeição as personagens. 

Recomendo a que vejam A Luz Entre Oceanos, apesar de toda a carga dramática é um bom filme. Com uma boa história, bons atores, bom plano visual. 

Já virão este filme?

Beijinhos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...